terça-feira

abano degraus de anões


subindo degraus de anões
passando em frestas para o lado de lá
cega-me a luz
subo degraus dedilhando espaços
onde só cabem os dedos mais finos
sopro na sombra
subindo degraus de anões
enrolo-me numa bola escura
gigante
seguro-a nas mãos
cega-me a luz
dedilho persianas de luz
estilete que não verga
passeio com passos dedilhados
escondo-me na sombra enrolada
subo degraus de anões
sopro na sombra
num vento fininho
abano degraus de anões

Teresa Queiroz - Setembro 2011
foto Sonja Valentina 

7 comentários:

Hugo de Oliveira disse...

Super criativo.

Gostei.


abraços

elvira carvalho disse...

Muito interessante.
Um abraço

Sonhadora disse...

Minha querida

Hoje passando para oferecer o meu selinho de 2 anos de blogue, feito com o carinho das vossas palavras e com a amizade dos vossos comentários, que me enchem o coração de calor.

Beijinhos
Rosa

Anónimo disse...

At all I do not know, that here and to tell that it is possible

Mar Arável disse...

Degraus de anões

pois claro

se forem criativos

Mar Arável disse...

Degraus de anões

pois claro

se forem criativos

Malu disse...

Amiga, muito interessante e inquietante este teu desenhar de palavras...
Há lugares difíceis mesmo de se chegar...
Temos que passar por míseras fendas para tocar o bem desejado.
Abraços