domingo

traços desfeitos


sombreando o que se deixa 
sombreando o que te dita a luz 
saboreando-te numa luz que não a minha 
observo-te em reflexos ambulantes 
olhares revirados
traços desfeitos 
traços em que não te fiz
traços 
saboreando-te numa luz que não emano
sombreando-te 
observo-te do nada 
não seguro sombras 
não agarro luz 
não desfaço traços 
num falso postiço que não eu 
deixo que alguém te sombreie 
deixo que esses riscos que te fazem 
não te fixem
por não conseguir fixar nada 
entendo que não me entendas 
e a luz que vem e vai 
não te saboreia
a luz que nada é de mim 
traça-te 
escorrega em ti 
enrola-se 
revira-se
banha-te de sombras
embaraça-te em
fios redondos 
apenas fios que não tracei 
apenas traços 
que não desenhei 
apenas luz sem sabor


Teresa Maria Queiroz / Junho 2010 
desenho Amadeu Brigas 

13 comentários:

Conceição disse...

Olá amiga! Gostei muito de ler o texto, estava muito intenso. Também escrevi um poema para o David. Se quiseres deixa a tua opinião lá no blog do David. Vou gostar muito de a ler. Beijinhos

Bípede Falante disse...

Que bela e inusitada imagem a de luz sem sabor. Gostei muitíssimo. Entendi perfeitamente.

Hellag disse...

o amor é assim, às vezes controverso...certo amor não sabe esperar...certo amor espera toda a vida! adorei tudo :)

Malu disse...

Traços e linhas sob luzes e sombras...
Que belo, pois entre a claridade explícita e a penumbra vaga nossa imaginação.
Gostei imenso...
Beijinhos

Francisco Vieira disse...

como sempre, entrar aqui e um balsamo, Teresa.

Uma beijoca e bom fim de semana

Francisco Vieira disse...

como sempre, entrar aqui e um balsamo, Teresa.

Uma beijoca e bom fim de semana

Há.dias.assim disse...

passei para desejar bom fim de semana

Vitor disse...

Sentir,sentindo,o que tanto se sente aqui...gostei,muito!

Bj*

Princesa disse...

Que bonito¡¡

www.estanochesoyunaprincesa.com

biodivers©idade disse...

Um bom dia com algum fresquinho para além dos 40º...

Leca disse...

Linda essa música...
eu adoro...
parabéns...

"...Quem nos deu asas para andar de rastos?
Quem nos deu olhos para ver os astros
Sem nos dar braços para os alcançar?!..."
Lindo né...é Florbela Espanca...
Que flutua no meu blog...
E espera por você...
Beijos...
Leca...

Francisco Vieira disse...

Beijos e que a semana te corra bem, amiga :-)

Anónimo disse...

necessario verificar:)