quarta-feira

trata-me bem ... mesmo que não mereça


alisa-me com dedos que me tocam
desamachuca-me
assim devagar
desenruga um coração de rebuçado encarnado
alisa-me
desembrulha-me com dedos ásperos
trata-me bem
agora
mesmo que eu não mereça
adoça os teus lábios na minha cor
desfaz-me devagar
toca-me , canta-me !
alisa-me em beijos
acarícia-me agora
vês como está desbotado ?
vês como vai ganhando a tua  cor ?
desamachuca-me !
embrulha-me no teu papel enrugado
cola-me a ti ...
com beijos de doçura
não me deixes cair
segura-me devagar
levanta-me!
alisa-me
pinta-me a tua cor !
trata-me bem agora ...
mesmo que eu nada mereça
desamachuca-me
mesmo que me enrugue
mas
trata-me bem ....mesmo que eu não mereça
é só quando mais preciso...
diluí-me ...
toca-me
embrulha-me
recolhe-me
e
leva-me contigo

Teresa Maria Queiroz / Maio 2011
Foto / Sonja Valentina




7 comentários:

Julliany kotona disse...

Benditos os que guardam amigos, os que entregam o ombro pra chorar.
Porque amigo sofre e chora.
Amigo não tem hora pra consolar!

Conte comigo para o que precisar!
tenha um lindo dia,bjos de uma amiga.

António Gallobar disse...

Olá

Poema fantastico, de onde ressaltam as belas palavras que retive:~

" embrulha-me no teu papel enrugado
cola-me a ti ...
com beijos de doçura
não me deixes cair
segura-me devagar..."

Lindissimo, uma palavra para as fotos, a primeira imagem do blog está um verdadeiro fenomeno, assim como o video, gostei muito...

Parabens

mfc disse...

Tanta inspiração, tanta sensibilidade, tanta beleza!

Paulo Roberto Wovst Leite disse...

Um ato de permitir-se, pedindo com desejo...

abraços!

TeTe disse...

Ola´Teresa
Vim aqui para te dizer que Adorei o livro.
Obrigada
Beijinhos

Continuando assim...
Teresa

Sonhos & melodias disse...

Lindo!! Não tenho mais palavras para descrever o que senti.
Bjs

continuando assim... disse...

obrigada !!! sou eu quem não tem palavras ::))

teresa