segunda-feira

paredes de sombra

 


Neste caminho vazio só quero sombra.
mais nada ...
por ali , nada mais existe que chão , muros e uma réstia de sombra.
Passeio sem passear, a passos largos
curva que avisto e que tanto anseio atravessar
sem pensar
vou engolindo aquele caminho.
Encosto-me a uma fresca parede de sombra,
  
o Sol queima-me,  recorda-me  o início destes muros que escolhi.
Salto, porque o chão se desfaz ao meu andar
encosto-me a paredes de sombra 
que me amparam ... e espero-te.
do outro lado, dessa curva sem cor
lá ao fundo 
naquele quente e sombrio corredor,
ali...
pode ser que no final lá estejas,
com força para me agarrar
quando por ti,
eu conseguir passar.

Teresa Maria Queiroz/ Fevereiro 2010-02-08
 foto de Fernando Cardoso ( obrigada Fernando) 
 

13 comentários:

Sonhadora disse...

Lindissimo poema...como me diz coisas.

encosto-me a paredes de sombra
que me amparam ... e espero-te.
do outro lado, dessa curva sem cor
lá ao fundo
naquele quente e sombrio corredor,
ali...

Adorei.

beijinhos
Sonhadora

Silvana Nunes .'. disse...

Bom dia,
Lindas palavras.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... deseja uma ótima semana.
Saudações Florestais !

paulofski disse...

Palavras ditas com sentimento.

Boa semana

Bjs

PizoLizo disse...

Visitei li e...Gostei...gosto de contrastes!
de espaços de curvas de luz e da tua maneira de te exprimires!Vou voltar para me saciar mais vezes...

Vitor disse...

Pois...só podia estar "coisa" da boa!Poema a preceito.
P.S.-desculpa não ter respondido ao teu desafio...mas os teus blogues,são os meus O.K.?

Bj*

Francisco Vieira disse...

Muito bom, Teresa!

Um beijo para ti

Nilson Barcelli disse...

Gostei do teu poema. Está muito bem estruturado e conseguiste um elevado nível poético em todo ele.
Parabéns, querida amiga.
Boa semana para ti.
Beijos.

Sonhadoremfulltime disse...

Olá,
“E viveram felizes para sempre?”
Um texto que nasceu de uma simples conversa presenciada no comboio.
Quero partilhá-lo com todos porque me parece uma reflexão que proporciona a discussão e o reparte de opiniões.
No entanto lanço um pequeno desafio a todos os que queiram participar.
Os detalhes encontram-se no http://sonhoemmim.blogspot.com/

Beijos

Sofá Amarelo disse...

Todas as paredes têm sombras com contornos que nos guiam por caminhos secretos e quantas vezes indefinidos... nesses caminhos de sombras nunca sabemos o que vamos encontrar...

Bípede Falante disse...

Belíssima e rara abertura tem o seu poema!!

Estrela disse...

Lindo poema! Grande inspiraçao,hein?
Gostei principalmente da última parte
onde você escreveu:"pode ser que no final lá estejas, com força para me agarrar quando por ti, eu conseguir passar."
Beijos estelares...

Graça Pereira disse...

Há sempre sombras em todos os caminhos...o necessário é que não fiquemos sempre na sombra...
Um beujo e boa semana
Graça

Bonequinha de luxo disse...

olha, isso até doeu em mim...
Lindo!!!