segunda-feira

Entrar para sair

                                                                                    foto . Sonja Valentina 
Entras para um dia poderes sair
ou ficar... 
Terás  sempre que entrar,
sentir o que será.
Amar ou odiar,
detestar ou adorar....

um dia terás que entrar,
ficar o tempo que o tempo te mandar.

Entrar para sair, ou ficar...
mesmo não encontrando essa porta, essa porta de saída,
lembra-te sempre onde ficava a porta de entrada.

Para saíres ...tens que entrar,
trilhas a tua saída,
quem sabe se não encontras clareiras quentes,
que de tão apaixonantes, não te vão deixar lá ficar tanto tempo.

Até saíres... amores que te deixam ficar apenas o tempo que o tempo quiser.

Terás que entrar para sair,
e um dia....qualquer dia, num tempo qualquer...
mesmo depois de saíres, na altura que o tempo te mandou,
um dia... podes entrar outra vez.

Pensando que não vais sair por uma porta qualquer...
entras sozinho sem medo....
Entra.
Para poderes sair, e um dia...
e se um dia saíres, quando saíres,
sai sozinho ! 

Teresa Maria Queiroz ; Fevereiro 2010

foto Sonja Valentina  (obrigada mais uma vez, Sonja  )

and if you leave me now.......

26 comentários:

catwoman disse...

Adoro esta canção e tem um fudo de verdade"if you leave me now, you'll take away a part of me", há sempre um pouco de nós que vai, nem que seja aquele que confiou, esperou e foi desiludido. Ai, desculpa isto não é espiríto de carnaval, mas tb não gosto muito do dito. Também adorei o teu poema, que é tão real como a música...Há que deixar-mos os medos e entrarmos, nem que seja para um dia sairmos; esta foi a minha leitura.
Bjs. Tereza.

Disse disse...

A entrada é sempre o primeiro passo de uma saída. Muitas vezes quando pensamos que uma entrada é definitiva, mais não é que uma passagem pela porta errada, que esconde a "fire exit".

alfa disse...

Alô ...continuando assim...da minha janela pareceu-me ver-te. Passei por aqui e gostei muito do que li, vou voltar.

alfa disse...

Alô...continuando assim... pareceu-me ver-te da minha janela, afinal não estamos tão longe assim. Passei por aqui, aconselhada por uma amiga de um amigo e gostei bastante do teu blog, voltarei.

continuando assim... disse...

bem vinda Alfa

continuando assim... disse...

catwoman....as portas são para entrar :) bj

continuando assim... disse...

Disse, duma saída...ou não ...

bj

Francisco Vieira disse...

Boa noite Teresa!

Sem entrarmos nunca saberemos o que esta la dentro, certo?

Quem nao arrisca, nao petisca :-)

Gostei da musica.

Beijos

Crida disse...

Crida Teresa, já fiz o teu desafio, beijinhos

S* disse...

Eu quero que entre, tranque a porta e atire a chave fora. Fique.

Berdades disse...

Só se abre a porta à Berta quando Berta bate à porta!
Mas, mesmo assim, tudo o que entra sai!

Je Vois la Vie en Vert disse...

Muito original !

Eu não quero sair nem quero que ele saia... Podes ver porquè no meu cantinho verde...

Boa estadia lá em França ! Sabes que ando tão agasalhada sem me preocupar com as camadas que me tornam quase gorda que não tenho frio no inverno fora de Portugal. E se temos frio, basta entrar numa loja para aquecer, abrir o casaco, tirar as luvas, armazenar o calor e voltar a fechá-lo dentro do casaco.... A humidade da zona onde moro em Portugal me custa muito mais no inverno do que a neve por lá.

Beijinhos

Verdinha

Luz disse...

Olá Teresa,
Então este blog não é perfeitinho!?
Olha que é, agora cada um tem a sua perspectiva :) Ofereci-o de coração.

Este teu post, esta música!
Tem sempre de existir uma porta para entrar, é preciso é querer, e também querer ficar, pois sem entrar nunca saberemos o que vamos encontrar. E se um dia alguém tiver que sair que saia porque o quer mesmo, ainda que até possa voltar...
Podemos dizer tanta coisa, sentir tanta coisa ao ler este teu post, depende de cada, da sua experiência, do seu sentir as coisas, ai...
Esta música é linda, faz parte de uma história da minha vida, uma história linda, única.
E, é mesmo verdade "if you leave me now, you'll take away a part of me".

Bjo de Luz

Girl in the Clouds disse...

Muito bonito e gostei da música!! kiss

DREAMS disse...

Um poema muito bonito, parabens!!
gostei muito da musica :-)

beijoca

anf disse...

temos que deixar sair quem já não quer permanecer...
Não adianta obrigar a ficar
beijinho

Angel in the dark disse...

É bem verdade, quem nos deixa, seja de que forma for, leva sempre uma parte de nós, a que se ligou a esse alguém que partiu...
As portas, são feitas para entrar e sair, mesmo que seja por breves instantes, e ficará algo em nós dessa passagem, longa ou rápida, que é a vida...

Anónimo disse...

enquanto entra e sai é uma festa !
gosto das tuas insinuações , mantém sempre a porta aberta, há-de haver quem queira entrar e entregar-se ao frenesim!
boas entradas!
J Almeida

Vitor disse...

Por aqui só sai quem não tiver gosto…coisa que penso ter…daí!!!E tu também…com gostos musicais muito acima!

Bj*

Liliana disse...

Bonito poema. Se a entrada for para sair, pelo menos que a visita seja duradoura e proveitosa...

E esta música... Há quanto tempo! :)

Um beijo

Mariparva disse...

please don't go.

Vitor disse...

Voltei...esteve uma gata a pensar no "outro lado"...dá lá um salto...se te apetecer,claro ;-)

Bj*

Sonhadoremfulltime disse...

Olá teresa,
na realidade existe sempre uma porta por onde entrar. Mas também existe quem a feche.
Alguns por capricho.

Beijo

Inês Dunas disse...

Adorei o poema, uma oscilação suave e inteligente entre as utilidades da mesma porta que se pode encarr de frente, ou de costas...
Beijinho em si!
Inês Dunas

Inês Dunas disse...

Adorei o poema, uma oscilação suave e inteligente entre as utilidades da mesma porta que se pode encarr de frente, ou de costas...
Beijinho em si!
Inês Dunas

Nilson Barcelli disse...

Entrei, gostei e vou sair.
Parabéns pelo magnífico poema que escreveste.
Querida amiga, boa semana.
Um beijo.