segunda-feira

delete !




a espantosa era do click, do delete... das sms, das mms........... dos telemóveis , que como móveis que são nunca se sabe onde estarão.

a espantosa era do confortável, mas esquizofrénico e egoísta isolamento.

a espantosa era que nos torna simples seres sem alma, quase desprovidos de valores e respeito pelos outros...

Hoje podemos viver isolados, afundados em tanta comunicação facilitada.
Hoje podemos viver sem olhar os olhos de ninguém... sem sorrir para ninguém, e sem ninguém nos ver chorar

Nesta espantosa era de "ninguéns", vivemos sem carinho, sem abraços, sem contacto físico ou visual .

hoje podemos viver assim, à distancia duma tecla qualquer com o poder mágico de apagar tudo !
hoje podemos não responder a perguntas

hoje, tanta gente consegue viver uma ilusória vida, só à espera de morrer.

Nesta era do delete ! quase nada é consequente !!

Quando pensámos no progresso , não pensámos que não o saberíamos aproveitar ... esquecemos as emoções , esquecemos que somos feitos delas.

...agora é só carregar na tecla e apagar isto tudo !!

(post publicado em Setembro no meu in-senso comum)

18 comentários:

HSLO disse...

Passando pra te desejar um ótimo domingo e Feliz dia das Crianças.


abraços


Hugo

Maria, Simplesmente disse...

Teresa, como terminará tudo isto?
Delete?...
Penso que chegará a um ponto em que já não haverá nada para deletar, porque tudo estará vazio...
Nem sentimentos restarão...!
Boa semana
Maria

Ana Paula disse...

É uma sensação aflitiva e algo deprimente, esta do "delete"! Tão própria/imprópria do nosso tempo!

Espero que não se apague o abraço que te deixo :)

Luz disse...

Teresa,
Se o problema fosse apenas o delete!...
Infelizmente com o progresso, o avanço das tecnologias ganha-se muita coisa, mas perde-se tanto! Isto porque há quem faça uma má utilização desse progresso e confunda muita coisa. Eu prefiro nem adiantar o que por aí se faz.
Como um professor me dizia, há quem tenha uma cabeça bem mobilidada, outros apenas têm uma cabeça cheia de móveis, por aqui compreende-se muita coisa :)

Bjnh

Deise Vieira disse...

Como já previa, pois de certo já sentia mesmo que na época o mundo não era ainda tão globalizado quanto hoje, Renato Russo disse: “O mal do século é a solidão cada um de nós imerso em sua própria arrogância esperando por um pouco de afeição.” É contraditório nos isolarmos para socializarmos. A globalização veio com o acessório “delete” sendo este secundário, e como todo e qualquer acessório depende do usuário para ser usado na medida ideal. Deletamos o que para nós está errado, e tentamos fazer correto para não mais deletar.

Conversa Inútil de Roderick disse...

Vou "deletar" este comentário.

Conversa Inútil de Roderick disse...

opps! Publiquei-o!!!

meus instantes e momentos disse...

é um fato, mas até quando e o que vai sobrar????
Maurizio

Cirrus disse...

É um facto, e o mais assustador não é onde isto pode vir a parar! O assustador de tudo isto é que já estamos, cada um de nós, envolvidos nesta teia.

No exit.

Sonhadoremfulltime disse...

É um facto inegável.
Mas, até eu por vezes tenho vontade de fazer um "delete" um "reset" e voltar a nascer.

Um beijo

Sonhadoremfulltime disse...

Obrigado por usar todos os sentidos quando me lê.
Espero que tenha conseguido transmiti-los na sua totalidade.

Bjo

Maria, Simplesmente disse...

É bom ter um porto seguro, que nós conhecemos, embora por vezes, quando o mar está muito agitado ainda chegue lá alguma ondulação.
Boa semana Teresa

S* disse...

Demasiado fácil fazer delete aquilo de que não gostamos...

Graça Pereira disse...

È isso minha querida! A vida, as emoções, as companhias...estão apenas ao alcance de uma tecla, enquanto a solidão se instala e estende os seus tentáculos até nos sufocar.
Qualquer dia, já nem sabemos conviver e, se calhar, nem ser pessoas..
Gostei deste teu "alerta"! Tecnologia sim mas, com moderação... Deixem espaço para o amor, para se tocarem, para lerem um bom livro, frequentem a tertúlia de um café...O mundo espera por nós.
Um beijo, Teresa.
Graça

Ritinha disse...

de dia para dia cada vez há menos contacto humano entre as pessoas... e isso deixa-me mt mt triste --'

beijinho

continuando assim... disse...

è verdae Graça, o mundo espera por nós...e nós cada vez mais desprezamos tanto do que o mundo nos pode dar ...:(

beijo

sonja valentina disse...

apesar de tudo recuso-me a acreditar nessa facilidade aparente dos dias que correm, de carregar numa tecla e fazer desaparecer " a vida". não pode ser. e não é assim, seguramente!

mfc disse...

Sim... estamos a falar de isolamento!