sábado

O teu silêncio não fala.

 

Só porque o silêncio te conforta e não falando sabes ninguém te entender , calas-te! 
Podia ser um grito fininho quase imperceptível. Como um fio vermelho que esvoaça numa rajada de vento e se balança numa brisa.
Mas assim sem barulho, sem palavras, sem nada. Calado. 
Não te deixas descobrir com medo de que tudo não seja nada.
Receando que o nada, sejas tu . 
E com o teu silêncio, calas o que não falas, ouves só o que queres ouvir ignorando calado tudo o que alguém te pode fazer sentir. 
E aí ...aí onde estiveres, estarás seguramente assim,.
Sentado inconfortavelmente... Observado por quem também não sabe falar, por quem comunica só com o olhar, e que se algum ruído fizer, fácilmente poderás mandar calar, mesmo em silêncio.  
O teu silêncio não fala. 
 Há silêncios que gritam, há silêncios que nos petrificam com o barulho das palavras por dizer, há silêncios ensurdecedores, há silêncios que nos arrasam, há silêncios que nos matam a esperança, há silêncios que nos calam, há silêncios que nos fazem reviver. Há silêncios .... e tantos deles se ouvem.
Mas o teu, o teu silêncio não fala! Teresa Maria Queiroz/ Junho 2009 quadro : acrílico /tela de Horacio Queiroz

11 comentários:

Vitor disse...

Cada vez que te visito,fico petrificado com os teus textos...et voilá...mui bien!

Bj*

Vitor disse...

Petrificado com o texto...et voilá...mui bien!

bJ*

.Leonardo B. disse...

[o silêncio, também tem por vezes, a forma do escorpião; confiemos...]

um imenso abraço

Leonardo B.

Luz disse...

Olá Teresa,
Ainda que com o ampulhetas confesso ter saudades deste teu espaço, um espaço onde me encontro tanto, onde parece que sinto o teu sentir.
Sabes gosto de escrever sobre o silêncio já o tenho feito, alguns em posts, outros ainda na gaveta e, sei tão bem o que é este silêncio que aqui falas e, descreves de forma extraordinária. Sabes, encontrei aqui tanto do que sinto e vivi..., vivo...
E, a acompanhar uma vez mais o Pedro e as Pontes entre nós, não podias escolher melhor.
Gostei muito e, ainda bem que abriste de novo este espaço :)

Bjo de Luz

Teresa disse...

O silêncio é algo de tão denso, tão intenso, tão complexo. Gosto do teu texto. Bjs

Luz disse...

Teresa, como tu consegues compreender-me, consegues ler-me ;)
Aproveito para dizer que tens um prémio no meu blog atomovida, caso queiras aceitar, não tens de fazer o que é pedido, deixo ao teu critério, mas o teu blog merece o prémio :)

Bjo de Luz

Sonhadora disse...

Lindissimo texto.
Os silêncios...são solidão.
adorei
Vou seguir.

Beijinhos
sonhadora

Se7e/5 disse...

Foda-se!!!!!!!!!!!!!!! aqui o JE também sabe fazer poesia, pois é. Aproveita e tenha um bom dominguinho na santa paz!

Ó se7emeio me revela
Tua rica inspiração
Tu fala coisas tão belas
Que tomam o meu coração.

Tu vives sem medo
Da inspiração
Fodes essa gentinha bem cedo
Proclamas muito tesão.

Tua escola é natureza
Tens vocação e escreves bem
Tens talento e esperteza
Tens jeito e brilho também.

Tens uns se7es muito bons
Tens algo especial
Tens harmonia nos sons
Tens algo e coisa e tal.

O teu escrever tem ternura
Graça e generosidade,
É escrever de alma pura
Belo hino à liberdade.

Nos recreias a falar
Enfeitas a blogosfera
Oh! Inspiras a odiar
O amor te espera.

Tens o dom do diabo pra cantar
A falar és um amor
Dás lições para louvar
Certamente ao blogueador.

A cantar até consolas
Todos que te escutam
Harmonia desenrolas
Nos corações que labutam.

Escreve e fala se7emeio
Inspira-me cada dia
Teu falar aquece o meu meio
Espalhando tesão e alegria.

Louvas quem criou este blogue
Enquanto escreves encantas
Escreve e deixa-me grogue
A tristeza tu espantas.

Em tua escrita há riqueza
Esperança e fervor
Oh! Escreve pois a grandeza
Do divino blogueador.

Belo blogue imigrante
Vai cantar pra outro país
Tens um cantar edificante
Vai à merda e sê feliz.

Se7emeio adorado ser
Fodes todos que merecem
Todos querem te foder
De ti não esquecem...

Há.dias.assim disse...

Há silêncios que nos secam por dentro.

Sioux disse...

Belo espaço, pleno de emoção e sentidos.
Há silêncios esmagadores, mortificantes...

Gostei de passar por aqui, e vim para ficar :)

Bjo sentido

Paulo Lontro disse...

Que texto mais bonito... Parabéns!
:)