quarta-feira

se estou louca ... é uma coisa minha



Se vejo uma flor imensa num fogo cuspido para o ar e que queima tudo à sua volta, se sinto a minha força nessa enorme flor, se estou siderada na sua luz amarela, e se cega por esta refulgente luz, não vejo mais nada.
se sei que este fogo queima mais do que qualquer outro, se já o provei e entrei, e se quero entrar novamente de frente nesta fogueira que grita por mim... Se quero entrar e cair, para voltar a cheirar o odor dessa enorme flor ,antes que desapareça e se transforme só em fumo, se desejo sentir o toque do desfolhar de cada pétala, que se forma nas ondas de fogo matizado dum amarelo vivo... se estou louca .... são coisas minhas.... 
se não me atemoriza sofrer as queimaduras desta flor, ardente,chagas que não  saram nunca mais, que deixarão marcas para sempre , gravadas na minha cara no meu corpo ...na minha vida...
visíveis até a quem nunca nada vê. 
Se a belíssima flor de fogo me vai marcar para sempre, e depois morrer comigo, perpetuada outra vez em mim... e se eu desejo entrar nessa fogueira que conheço ,e que certamente me queima... entro ...porque...
  Se estou louca... são coisas minhas.... 
Se não tenho medo dessa dor, ou do ardor do fogo que me vai tornar nas cinzas, que um dia vão poder voar sem aprender, entro!
  Não peço a ninguém que salte esta fogueira comigo, não pedirei a ninguém que mergulhe de cabeça nesta ardente flor, não chamo ninguém, porque ninguém me vai ouvir, porque não quero que me oiçam crepitar... 
se estou louca ...são coisas minhas ... 
Se sou livre de entra e cair, a culpa é minha...s
e estou louca por me “esbrazear” outra vez .... é só uma coisa minha... 
E morro, sem nunca te explicar o que passou pela minha cabeça... e queimo-me em chamas de pétalas de flor, sem nunca saberes o que dentro de mim floresce todos os dias... 
e morro , a pensar que não sei o que pensas ...sem saber se também tu não tens medo desta bela e enorme flor de fogo, cuspida assim na sua beleza que só eu vejo.... e sozinha, desfolho esta flor em que entro  e me queimo... 
se estou louca... é coisa minha ...só minha... 
E se só vejo a vida , desfolhando-a ... rasgando e abrindo 
pétala a pétala esta flor ardente....vivo...morrendo.. 
se estou louca ... são coisas minhas, tão só minhas... 
 
Teresa Maria Queiroz/ Abril 2009 foto ... de ... José Dias Correa

25 comentários:

Rejane disse...

"visíveis até a quem nunca nada vê"
Profundíssimo!!
bjos

A Senhora disse...

"Mas louco é quem me diz que não é feliz, não é feliz..." - Chico Buarque.

E se você é feliz... vai continuando assim... ;)

beijinhos

Vitor disse...

Texto sentido,emotivo,de quem arde de loucura saudável,de um amor?Ardente?...Coisas "nossas"...e só tuas!

P.S.Passa pelo "outro lado"...e esmiúça uma raínha que conheci!

Bj*

Luis Fideles disse...

Chiça Tê, que lindo :))
Aquilo que dizes é a verdade pura e dura. Depois de se experimentar aquela flor, aquela chama, fica-se viciado ... E resistir a procurar de novo aquele calor, aquela chama é um trabalho, um esforço diário, horário, constante ... Mas há alturas em que só apetece esquecer tudo e todos, ficar louco de novo e mergulhar de cabeça naquilo que nos queima, que nos arde, que nos faz doer mas que é tããããããããããããõooooooooo boooooooooooommmm ...
Beijos :)))

BlueVelvet disse...

É coisa tua, mas nós temos o prazer de ler.
Texto fantástico.
Adorei.
Veludinhos

Viviane disse...

Não consigo entrar no teu outro blog!!Gostei muito do post! Beijinhos

alma de um louco disse...

Pois.

Loucura, a nossa...

O LOBO de....POTT disse...

Olha,eu salto contigo se quiseres...
Não sei se se justifica um escaldão que deixe marcas muito sérias.Estas coisas acabam por passar...

Um beijo sua maluca...

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Que seria de nós se vivesemos sem um mínimo de loucura?

Graça Pereira disse...

Gostei deste post...louco! A loucura é a nossa segunda pele...temos direito a ela!
Continuando assim...vais pôr muita gente louca (o)!
Para ti, com fogueira, sem fogueira(melhor com ela...) um Natal feliz e um ano Novo completamente...NOVO!!
Um beijo
Graça

Disse disse...

Cara Teresa:

Como sabe, não é meu costume comentar o seu brilhante blog. E porquê? Confesso que não me sinto à altura, tão só. O que escreve, entra. Não fica volatilmente pairando à volta de quem lê. Os meus sinceros parabéns e toda a minha admiração e estima.
Em jeito de conclusão, pedia-lhe autorização para usar este seu texto em ordem a transcrevê-lo para uma parede cá de casa. Ressalvada, salvaguardada e identificada a autora, como é óbvio.

AnaMar (pseudónimo) disse...

Eu estou ainda mais louca. Com coisas minhas e dos outros.
Texto excelente , a incentivar a continuação desta loucura:-)

O Profeta disse...

Um formoso menino estava mesmo alí
Tocou de leve o lado esquerdo do meu peito
Olhou-me com um luminoso sorriso
Deixou-me sem fala, sem jeito

Deixou-me no apagar de uma vela
Olhei novamente o mar
A calmaria voltou como por encanto
Mil criaturas inundaram-me o olhar

Golfinhos felizes assobiaram
A cria de uma baleia acenou-me
Uma andorinha do mar poisou no parapeito da janela
Uma maravilhosa e antiga história sussurou-me

As estrelas brilharam no celeste
A Lua estendeu seu manto de fino lusr nesta cena
Adormeci na imensidão deste mundo
No embalo de...Uma Noite Serena...


Uma noite serena

Um mágico Natal

Um terno beijo

Girl in the Clouds disse...

Texto espectacular!!
Adorei o postal musical!! Fantástico!!Beijo

Maria, Simplesmente disse...

Teresa essas flores são "cravos túnicos" originários da Índia. Tenho muitas fotografias deles que, pela sua cor de fogo também a mim me deixam louca. Já somos duas... não haverá mais?
Prendem-me pelas cores pela forma das pétalas mas... pelo aroma não. Perdoamos-lhe pois não há beleza sem senão...!
Bom e forte este texto Teresa, onde demonstra muita paixão.
Bom Natal Teresa

continuando assim... disse...

loucos somos todos ...e tantas vezes!! :) beijo Maria e bom Natal também para ti

as velas ardem ate ao fim disse...

Recusemos a ideia do Pai Natal em que os desejos caem do Céu.

Ousemos acreditar no Pai Natal como ideia de esperança e confiança sem limites.


Feliz Natal.

crida disse...

Crida Teresa, ofereço-te um presente (selinho) que está á tua espera no meu blog. beijinhos

MagyMay disse...

Se estás louca... é coisa tua, óbviamente
mas li-te (a suposta loucura) linha a linha entusiasmadamente e como "um fogo que arde lentamente".
Excelente o texto, os sentires

Feliz Natal, Teresa

sonja valentina disse...

... mas o que é a loucura afinal? saudável loucura a tua!

Spark disse...

Um Natal mto feliz para ti!

Beijinhos

Teté disse...

Ora, o que seria a vida sem uma boa dose de loucura? Uma grande chatice, certamente... :)

Beijocas e Feliz Natal para ti!

Luz disse...

Olá Teresa,
Bendita loucura! Que seria de nós sem alguma loucura? A loucura para mim é lucidez, é sanidade mental!

Aproveito para te desejar um Santo e Feliz Natal, mas daqueles onde reina o verdadeiro espírito de Natal e não a hipocrisia com que nos deparamos cada vez mais.

Tudo de bom para ti e os teus mais queridos.

Bjo com muita Luz

Ruth Piancó disse...

Amiga, desculpe não comentar sobre
Sua postagem é que estou tentado
visitar todas (os) amigas blogueiras (os)
para deixar uma mensagem de Natal.
QUERIDA FELIZ NATAL E UM PROSPERO
ANO NOVO , É O QUE DESEJO PARA
VOCE E TODA SUA FAMÍLIA.

Mensagens de Natal
As tempestades se foram,
a sol ainda nos aquece
e as estrelas continuam a brilhar.
Que não lhe falte
esperança e fé
para renovar o Cristo
que renasce mais uma vez
em seu coração.
Feliz Natal!
Beijinhos Ruth Piancó

Sofá Amarelo disse...

Olá, a continuação de Boas Festas.

Muitos beijinhos do Sofá Amarelo!!!